quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Dizer que Danny Boyle devia ter ido filmar os bairros de lata do seu próprio país em vez de ir filmar os da Índia, como têm argumentado algumas reacções indianas pouco agradadas com "Quem quer ser Bilionário?", que hoje estreia nas salas portuguesas, não nos leva longe - até porque filmar bairros de lata é em geral actividade pouco apreciada, como em Portugal bem se vê pela indignação de tanta luminária opinativa aos filmes em que Pedro Costa foi filmar os bairros de lata do seu próprio país. É importante que se perceba que o que nos desgosta em "Quem quer ser Bilionário?" não é o bairro de lata, nem é a miséria, mas antes a pobreza do olhar com que Danny Boyle os filma. Num certo sentido, os indianos zangados têm razão: este filme podia ter sido feito em qualquer lado, exactamente da mesma maneira.

mas o melhor texto está aqui, melhor do que isto acho difícil…

4 comentários:

Sergio disse...

Outras ideias:
http://www.davidbordwell.net/blog/?p=3592

Luís disse...

sera assim como dizem? é que estamos a falar do homem de Trainspotting

wasted blues disse...

Ainda não vi mas nunca me criou expectativas ou entusiasmo. Terei de ver mas por motivos de trabalho.

Quanto ao homem de Trainspotting... também é o homem de outras coisas menos recomendáveis, como The Beach.

José Oliveira disse...

Luís: se eu pudesse apagar um dos filmes dos anos 90, acho que apagava o "Transpotting"...ou esse ou o "NBK" do Stone (e eu gosto de uns filmes do Stone). A sério, acho esses festivais de efeitos gratuitos e banais, e feios, e fáceis - aquilo nada tem que saber - qualquer coisa que fica como um dos símbolos do decadentismo do cinema dos anos 90....não americano, cinema tout court.

Sergio: obrigado.Obviamente que o Bordwell é absolutamente respeitável.


Exacto, o "The Beach" também é tão mau...